Palestras Fortaleza-CE

Nesta semana, vou estar em Fortaleza-CE para duas palestras. Na segunda-feira, dia 25 de janeiro,  às 19:30 hs, falo no  Encontro de Economia e Finanças (Ecofin) na Universidade Federal do Ceará. O encontro é organizado pelos estudantes e professores de economia. O local do evento será na Rua Marechal Deodoro, 400, Auditório do Bloco Didático III – FEAAC. O evento requer inscrição e mais informações podem ser consultadas na página do evento no Facebook – clique aqui.

12525332_805378682929305_4253277094888903513_o

Na terça feira, dia 26 de janeiro, falo para empresários na Federação da Indústria do Estado do Ceará (FIEC). Aqui vou abordar as razões da crise econômica, as razões do desequilíbrio fiscal e o desafio para superar a crise econômica. A minha palestra na FIEC será às 18:30 hs. Será um grande prazer retornar a FIEC e debater com empresários cearenses neste momento tão difícil da economia brasileira.

Lembro que há cerca de um ano dei uma palestra em Fortaleza para um grupo reservado de empresários no Hotel Luzeiros e um deles achou que eu estava exagerando quando falei que, em 2015, teríamos queda do investimento, inflação elevada perto de 10%, aumento do desemprego, queda do PIB e que o governo não conseguiria fazer o ajuste fiscal prometido.

Um empresário do ramo de confecção falou que ele via no seu ramo grandes empresas investindo e, assim, havia um certo exagero nos meus números. Será ótimo rever este empresário. É claro que, em uma crise econômica, quem tem liquidez compra quem quebra. Mas, no geral, a crise é ruim para todo mundo até para os poucos que se beneficiam da crise.

A superação da crise no Brasil levará anos e corremos o sério risco de estagnação do PIB per capita por dez anos. É verdade que a crise na Grécia, por exemplo, foi muito mais seria do que a nossa crise verde amarela. Mas na Grécia eles saíram de um PIB per capita de cerca de US$ 32 mil , em 2008, para um PIB per capita de US$ 18 mil, em 2015.  No Brasil, saímos de um PIB per capita perto de US$ 11,5 mil em 2014, para um PIB per capita de US$ 7.500, em 2015.

Assim, não tenham pena dos gregos. Vamos ter pena de nós, pois os erros do governo desde 2009 nos legou uma crise econômica e política de intensidade muito maior do que todos esperavam e ainda de solução incerta. Dois anos consecutivos de queda do PIB depois de um ano de crescimento “zero” (2014) é um desastre.

 

20160124034614

 

2 pensamentos sobre “Palestras Fortaleza-CE

  1. Grande economista cearense. Muito boa a sua palestra na FIEC Dr. Vimos que os problemas do Brasil endividado e com déficit não serão resolvidos a curto prazo. E quando vimos que as medidas que têm que ser tomadas no governo atual para beneficiar o país no futuro são impopulares pensamos que a chance de acontecer é perto de zero já que esse governo quer apenas se perpetuar no poder. Nos resta contar com o que o Dr. falou, que quando o país precisou tomar medidas de melhoria para o avanço futuro, tomou.

Os comentários estão desativados.