A volta da CPMF

Essa nota publicada hoje no Jornal o Globo na Coluna Panorama Político do Ilimar Franco  (clique aqui) mostra que não será necessariamente tao impossível, infelizmente, como alguns pensam aprovar a CPMF:

“Sinal verde

Os governadores de todos os partidos apoiam a volta da CPMF ou o aumento de outro tributo existente. Consultados, mandaram recado ao Planalto dizendo que ajudam a aprová-lo no Congresso. Para isso, cobram que a receita seja compartilhada em percentuais maiores que os números que estão sendo especulados. Os estados não têm recursos para bancar os gastos com a Saúde e liberar receitas para fazer investimentos. Os de oposição avisaram ao Planalto que vão trabalhar na surdina por razões político-eleitorais. Não querem defender publicamente a volta da CPMF. Em 2018 tem eleição presidencial.”

10 pensamentos sobre “A volta da CPMF

  1. Mais uma vez seremos enganados, não pela volta da CPMF, mais sim poelos políticos bastidores e muito provavelmento,também, pelo desvio do tributo para outros fins que não para a saúde, fora a destinação pessoal que sera dada.
    “Brasil,ameo ou deixeio”.

  2. Caro Mansueto

    Eu fiquei muito surpresos que você leve a serio as “noticias” veiculadas pelo Ilimar. E tudo noticia plantada por setores do PT!
    Antes a parente dele, a Cruvinel, fazia a mesma coisa. Em resumo,
    não vale absolutamente nada.

  3. Prezado Mansueto, há muito leio seu blog, por acertada indicação de meu filho, e me permito recorrer à sua análise, caso possível, em
    relação à coluna de Amir Khair no Estadão deste domingo. Parece, em contra-ponto à tese do aumento de arrecadaçáo via imposto, uma proposta tentadora. Escreve aqui um profissional
    liberal, assustado com propostas de elevação de impostos mas certo de que, fora deste governo, há vida inteligente, sendo você clara confirmação desta afirmação. Abç.

  4. Vergonhoso comportamento dos governadores diante desse achaque da CPMF.
    Bastou o Governo Federal oferecer uma cenoura a cada um dessa receita extra para se curvarem e os fundilhos lhe aparecerem

    • Governo pode cortar até cerca de 5.000 cargos de DAS que o titular não é funcionário publico. O que conseguir cortar é bom. Resolve o problema? não. Se cortar os 5.000 carga a economia de R$ 350 milhões ano.Mas como a população quer ver o corte, o que conseguir cortar é bom. Numero exato apenas quem está lá pode saber o que é possível no curto prazo.

  5. A CPMF é um abuso de poder, para dizer o mínimo. Querem nos convencer alegando que o valor é baixo. Mas quem pode confiar? Da outra vez começou com 0,33 e terminou em 0,38, se não estou enganada. Acho que este valor inicial é só para garantir o voto e aprovação, e depois vão aumentá-lo. Sabe-se lá quantas vezes…
    Esse imposto incide diretamente no salário da população, nas aposentadorias e pensões. Atualmente, até os cortadores de cana (boias-frias) recebem via banco e lhes será tirado 0,20 do salário total (0,20 a cada saque ou transferência, até o último centavo do seu provento).
    Ou seja, por tabela, é um aumento de 0,20 no imposto de renda das pessoas. E ainda estão falando em aumentar ainda mais o IR. Pode?

Os comentários estão desativados.