Controlar auxilio doença: efeito pequeno

O governo tem recentemente dito que pretende controlar o crescimento das despesa com auxilio doença. É claro que este é o tipo do programa que é sujeito a fraudes e, assim, um maior controle poderia trazer algum economia A questão relevante é o tamanho desta potencial economia.

No ano passado, o custo do governo com auxílio doença foi de R$ 25,3 bilhões e com os diversos tipos de auxílios (doença, reclusão, exames, etc.) foi de R$ 27,7 bilhões (ver quadro abaixo). Neste ano até outubro não houve crescimento exagerado desta conta, com um crescimento próximo de 10% no ano até outubro.

Auxílios da Previdência – 2013 – R$ milhões.

auxilio

Fonte: SIAFI. Elaboração: Mansueto Almeida

É possível fazer uma conta bem simples e perguntar quanto seria possível economizar se essa despesa tivesse permanecido constante no seu valor de 2011. Se a despesa nominal com os vários tipos de auxilio não tivesse crescido nos últimos três anos, a economia potencial seria da ordem de R$ 8 bilhões. Vale lembrar que, neste mesmo período, o crescimento da despesa primária do governo central será da ordem de R$ 300 bilhões. Assim, uma economia de R$ 8 bilhões  não chega a ser insignificante, mas está longe da economia necessária para reverter a enorme deterioração fiscal que ocorreu.

Valor Anual dos diversos tipos de auxílios previdenciários – 2011-2014 – R$ bilhões

auxilio 2

Fonte: SIAFI. Elaboração: Mansueto Almeida

2 pensamentos sobre “Controlar auxilio doença: efeito pequeno

  1. Ver números sempre complicado, mas a diferença entre auxílio doença rural para urbano salta os olhos, além disso a proporção não chega nem perto de ser parecido com o auxílio acidente entre as duas…auxilio maternidade com uma proporção de 2×1.

    Existe algum estudo que compara com países da OCDE?

Os comentários estão desativados.