PT queria Arminio Fraga e o lado mal do PT

Hoje, o mesmo PT que tenta todos os dias atacar o economista Arminio Fraga, pediu ajuda dele Arminio, em 2002, e namorava muito com a ideia de convidá-lo para o governo segundo matéria do jornal Folha de São Paulo. A matéria da Folha do dia 08 de agosto de 2002 pode ser lida na internet (clique aqui). Mas reproduzo uma parte abaixo:

PT quer ajuda de Armínio Fraga em governo de Lula

FÁBIO ZANINI da Folha de S.Paulo

Integrantes do alto escalão da campanha de Luiz Inácio Lula da Silva defendem a colaboração do presidente do Banco Central, Armínio Fraga, em um eventual governo do PT, no mínimo como um consultor informal.

Petistas com voz ativa na campanha consultados pela Folha vêem o presidente do BC como peça importante para o período de transição e para a fase subsequente à hipotética posse de Lula.

Há quem sugira até a criação de uma espécie de “conselho” para assessorar o governo, do qual Armínio poderia constar. Não há ainda posicionamento formal do partido quanto a isso, entretanto.

Este é exatamente o mesmo Arminio de hoje. Se esta campanha eleitoral durasse um pouco mais, o governo passaria também a criticar a política neoliberal do primeiro governo Lula. Aliás, o que foi o primeiro governo Lula? me parece que foi um governo bom na área econômica, apesar do mensalão (a formação de uma quadrilha no setor público para comprar apoio político no Congresso Nacional).

A propaganda oficial do PT hoje é uma forte crítica ao primeiro governo Lula do PT. O PT quer levar o debate para 12 anos – porque todos os indicadores econômico do governo Dilma são desastrosos- mas querem esconder o primeiro governo Lula, um governo no qual os economistas do PT eram proibidos de chegar perto do Ministério da Fazenda e do Banco Central. Mas se não fosse a política econômica do primeiro governo Lula, talvez nem existiria o segundo governo Lula e governo Dilma.

E o que fez Lula no seu primeiro governo? Várias “maldades”. Uma das maiores foi a medida aprovada que estabeleceu uma contribuição para a previdência de funcionários públicos já aposentados e a instituição da idade mínima de 60 anos para aposentadoria de servidores públicos. Mas quanta maldade!! Por que Dilma não desfez essas reformas?

O primeiro governo Lula também elevou a taxa de juros de 25% ao ano, no final de 2002, para 26,5%, aumentou o superávit primário em 0,5 ponto do PIB, o que ocasionou um corte de 60% do investimento público. Uma política econômica ULTRA ortodoxa.

Por que o PT e Lula fizeram tantas maldades? E ainda teve aquelas reformas de cunho neoliberal, sendo a principal delas um programa de transferência de renda focalizado, o Bolsa-Familia, que foi muito criticado por economistas tradicionalmente ligados ao PT como Maria da Conceição Tavares que chamou Marcos Lisboa, o atual vice presidente do INSPER e na época o Secretário de Política Econômica, de burro e idiota (clique aqui).

Enfim, me assusta como o PT foi “malvado” no primeiro governo Lula. Por que o governo convidou tantos economistas liberais para o governo? Será que foi o Bush que obrigou o Lula a fazer isso? A verdade é que os economistas liberais do primeiro governo Lula salvaram o governo do PT de um grande fracasso. Só foi trocar o grupo de economistas que o “verdadeiro PT” apareceu no segundo governo Lula e governo Dilma e, este verdadeiro PT está nos legando um 7 x 0: quase 7% de inflação com “zero” de crescimento em 2014.

Acho que prefiro o PT do mal do primeio governo Lula. Mas esse PT do mal não existe. Foi um acidente histórico que colou um médico como ministro da fazenda. Se o PT quiser realmente dar segurança ao mercado neste período eleitoral, será preciso encontrar nas suas bases um outro médico e pedir novamente ajudar do Arminio Fraga, como fez em 2002, quando Arminio conseguiu um empréstimo do FMI para o PT a uma taxa de juros de 2,22% ao ano!!