Save the date – Evento: O Fim do Brasil?

Captura de Tela 2014-08-14 às 06.35.30A turma da EMPIRICUS organizou um debate comigo, Eduardo Giannetti e Marcos Lisboa na próxima segunda-feira, dia 18 de agosto, no Hotel Melia Jardim Europa, na Rua João Cachoeira, 107, no Itaim-Bibi, com início às 8h e encerramento às 10h30. Nelson Barbosa também foi convidado, mas teve conflito de agenda e não poderá participar. 

Antes de tudo agradeço as palavras carinhosas dos organizadores do evento, em especial do Felipe Miranda, no convite postado na página da EMPIRICUS (clique aqui). Antes que nos acusem de pessimistas, acho que todos nós queremos debater uma agenda para que o “Fim do Brasil” seja um mero contrafatual, uma realidade que não existiu porque retomaremos, em tempo, as reformas necessárias para que possamos crescer a um ritmo razoável nas próximas décadas. 

Os meus companheiros de mesa são excelentes e por um acaso, na semana passada,  Marcos Lisboa e eu tivemos a chance de colocar a conversa em dia em um longo chopp aqui em Brasilia. Ainda não preparei a minha apresentação. Mas como o tempo não é longo, vou fazer algo muito direto com foco no fiscal na seguinte sequência: (1) problemas estruturais; (2) problemas conjunturais; e (3) o que fazer para termos mais transparência e controle das contas fiscais. Vou tentar ser ultra didático e provocativo.

Por que falar sobre riscos e desafios relacionados à questão fiscal? porque tudo passa por aqui. Queremos gastar mais com educação? precisamos olhar para a receita disponível. O mesmo vale para saúde, transporte, etc. Se quisermos gastar mais sem termos a receita o resultado será (i) mais inflação; e/ou (ii) aumento da carga tributária; e/ou (iii) aumento da dívida (e dos juros).

Não vou me preocupar muito em falar sobre produtividade porque Marcos deve focar nesse assunto e Eduardo, com a sua lógica impecável, deve nos brindar com uma exposição dos grandes desafios para o nosso crescimento. Tudo isso é claro depois da provocação no nosso anfitrião que promete uma surpresa para o final.

É um evento fechado para assinantes da série “O Fim do Brasil” da EMPIRICUS , mas o evento será filmado e a gravação ficará disponível aos assinantes.

9 pensamentos sobre “Save the date – Evento: O Fim do Brasil?

  1. Lio texto O FIM DO BRASIL. Para que ouve a CBN quase nada é novo, mas o final, este sim é uma bela peça de marketing. Os caras passam o texto todo assustando o paciente para no fim dizer que tem o remédio. Basta comprar.

  2. Na minha modesta opinião de pequeno investidor, considero o texto ” o fim do Brasil “….uma picaretagem grotesca…..divulgam dados que para quem estuda um pouquinho ja sabe faz tempo da lambança petista…depois eles fazem um baita terrorismo para depois oferecerem a solução….eu como pequeno investidor aprendi a não misturar ideologia e politica com investimentos pessoais, pois esse é o melhor caminho para perder dinheiro no mercado…..

    • Não tem nada a ver com ideologia política. Independente de quem ganhar as eleições, você pode estar preparado. Dá para ganhar dinheiro em qualquer cenário. O que eles fazem é analisar o cenário atual e os desdobramentos possíveis caso esse cenário não seja alterado.
      Eles exageram bastante no tom, mas isso é chamado de marketing.

  3. Economia em uma única lição para governos:
    “(…) Se quisermos gastar mais sem termos a receita o resultado será (i) mais inflação; e/ou (ii) aumento da carga tributária; e/ou (iii) aumento da dívida (e dos juros) (…)”.

  4. Vale a pena pagar o preço promocional de assinatura (+-R$100,00) para poder ouvir o que os economistas convidados têm a dizer?

    Eu acho que vale, mais ainda porque a Empiricus faculta a devolução de 90% do preço, sob condição de prazo de até 30 dias.

    Eu não sei se o cenário de catástrofe proposto pela Empiricus vai se efetivar ou não. Então, se eu não tenho certeza o melhor a fazer é considerar sim a hipótese catastrofista para o caso de reeleição de Dima.

    Mas considerar do modo como Mansueto explicou: “debater uma agenda para que o ‘Fim do Brasil’ seja um mero contrafatual” e que a catástrofe anunciada pode não se realizar porque ainda é possível retomar neste presente “as reformas necessárias para que possamos crescer a um ritmo razoável nas próximas décadas.”

    Acho que picaretagem (expediente próprio de picareta, que utiliza meios condenáveis para obter o que deseja) é um termo inadequado para qualificar os objetivos que a Empiricus persegue.

    O mercado é livre e nele cada um pode vender os seus ovos. Picaretagem é vender no mercado ovos podres por ovos próprios para o consumo.

    Pelo que pude ler no site, o marketing do produto da Empiricus atua de modo reto e sem subterfúgios. E afinal, comprar ou não os ovos da Empiricus será decisão de cada um e com base em seu próprio juízo.

  5. Eu acompanho a Empiricus, já tive produtos deles antes, mas não tinha me interessado pelo “Fim do Brasil”, justamente por que é um cenário que eu já estava esperando e já estava me preparando para ele.
    Mas com a inclusão desse vídeo, eu resolvi arriscar e comprar. Vamos ver se vale a pena, depois de assistir, quem comprou pode comentar aqui e dar sua opinião. Eu darei a minha. Caso não goste, pelo menos da pra receber 90% de volta.

  6. Mais essa, devolve 90% se não gostar ? rsrs, só reforça a tese de que não são sérios. Mas enfim, pelo jeito como eles tem a ideologia da maioria aqui, o pessoal não vai contra.

    • Sei não, ein? Eu não tenho ideologia. Essa história de ideologia geralmente é papo de comunista ou sociólogo. Eu sou da opinião que ideia você evolui com o tempo, então estou sempre tentando aprender. Prefiro analisar as ideias de forma isenta e agregar ou ignorar, se eu concordar ou não.

Os comentários estão desativados.