Armínio Fraga no Valor Econômico

Meu colega economista Armínio Fraga, ex-diretor e ex-presidente do Banco Central do Brasil, deu uma brilhante entrevista hoje ao Valor Econômico. Há um grupo de pessoas que ganham a vida tentando distorcer o que Armínio fala, apesar dele ser uma dos poucos economistas com um conhecimento forte da literatura acadêmica e do mundo real.

Apesar de sua carga de trabalho, Armínio ainda estava lecionando na PUC no último ano e tem um contato privilegiado com a academia brasileira, setor empresarial e “policymakers” do resto do mundo. Enquanto muita gente tenta entender algumas provocações do  “Joseph Stiglitz” em um dos seus artigos, Armínio manda um e-mail e/ou fala diretamente com o economista. Foi aluno do Stiglitz por duas vezes no início da década de 1980.

Mas o que mais me impressiona no Armínio é sua enorme paciência. Uma vez, quando era presidente do Banco Central, presenciou uma manifestação do Movimento dos Sem Terra  (MST) na porta do Banco Central e mandou formar uma comissão para subir e conversar com ele. Ele calmamente explicou para a comissão do MST qual era o papel do BACEN. Uma vez uma repórter me falou que, quando era presidente do BACEN, era comum Armínio descer às 10 da noite da sala da presidência do Banco e conversar com jornalistas.

Depois dessa breve introdução, escrevo para falar que Armínio mostra no Valor de hoje os problemas que temos que resolver. Destaco alguns pontos e muita gente boa do BACEN, Tesouro e Min. da Fazenda (estou falando aqui dos técnicos concursados que não têm opção a não ser seguir ordens dos seus superiores) concordaria com algumas das afirmações do Armínio. Por exemplo:

1) Incerteza a e pessimismo: “A economia está fraca, assustada e muito defensiva, com pouco investimento e pouca ousadia. A incerteza tem uma dimensão macroeconômica ligada ao baixo crescimento, à inflação alta e ao déficit em conta corrente; e uma dimensão mais micro, que afeta cada setor de uma maneira diferente. Mas, no geral, assusta, com raízes importantes no setor elétrico, de petróleo, que não são os únicos, mas são os principais. Esse quadro precisa ser abordado de maneira clara e isso não está acontecendo.”

2) Crescimento do consumo: “A fase de crescimento acelerado do consumo pode ter ficado para trás porque o PIB não está crescendo, as famílias se endividaram bastante e os juros estão subindo. Mas há um espaço enorme para o consumo crescer. Só que a renda tem que crescer junto, o custo do capital tem que cair e os prazos têm que se alongar.

3) Desemprego: “A semente do desemprego já está aí, pois infelizmente a economia não está crescendo. Para reduzir a inflação e evitar o desemprego será necessário afetar as expectativas. Falta hoje transparência nas contas públicas e compromissos com a responsabilidade fiscal e com inflação na meta. O ritmo de queda terá que ser avaliado à medida que fique claro o tamanho do atraso em alguns preços.”

4) Política Social: “Há duas frentes de trabalho que deveriam ser não ideológicas. Uma diz respeito ao lado da igualdade de oportunidade. Mesmo o mais liberal dos liberais tende a defender a igualdade de oportunidade. Claro que muitos liberais veem um papel para o governo na provisão da educação e da saúde pública e não necessariamente na produção. Vi isso em uma entrevista recente do Ricardo Paes de Barros [subsecretário de Ações Estratégicas da Secretaria de Assuntos Estratégicos], por exemplo. A provisão cabe ao governo na educação, saúde, segurança, um Judiciário decente, transporte público de qualidade. Essa é a base para uma sociedade onde as pessoas têm chances, onde o filho de uma pessoa pobre não está condenado a ser pobre. Isso é um desejo do Brasil, está na Constituição e o governo deveria estar entregando mais nessas áreas. Esse é um canal de resposta muito poderoso à questão colocada por Piketty.”

5) Crescimento econômico e progresso social: .”….Temos que cair na real: as coisas não estão dando certo. O país não está crescendo e, se não crescer, as frustrações vão aumentar. Estudiosos como o Ricardo Paes de Barros e o Marcelo Neri [ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos] têm escrito e dito ao longo dos anos que um percentual alto da queda da pobreza e da redução da desigualdade veio do crescimento. Do crescimento. Não é do programa distributivo, do Bolsa Família. Você está falando com alguém que não tem vergonha de dizer que é um liberal com coração. É importante o país crescer e é importante gastar melhor, sim.”

Vou parar por aqui porque não quero que o Valor me processe por copiar conteúdo protegido. Comprem o jornal e leiam a entrevista que está muito boa. E cabe a cada um de vocês decidir com o que concordam e discordam das teses do economista. Não deixem ninguém interpretar por vocês (eu inclusive).

17 pensamentos sobre “Armínio Fraga no Valor Econômico

  1. O mais importante é que ele tocou no ponto: o PT não tem espírito democrático, e mais do que qualquer outra coisa, é isso que está em jogo.

  2. Arminio é realmente um grande economista. O problema é quem precisa ganhar para ele supostamente ir para o Governo. Um candidato que persegue adversários e a imprensa, tem sua vida privada totalmente vedada. Nâo tem condições de presidir um País como o Brasil.

    • !??????? Penso exatamente o contrário. Tenho a impressão que perseguição e tentativa de controlar o debate é de PARTE do PT. Gosto muito do Aecio e voto nele.

      • Não conhece a imprensa mineira, Mansueto, que aliás, nunca o critica ? Há sim setores atrasados no PT que querem controle da mídia, mas não são majoritários. O PT, em 12 anos de Governo, nunca afetou a liberdade de imprensa e convive diariamente com críticas. Não é o caso do psdb que não é acostumado a isso. Quanto a voto, eu não discuto. Para mim é direito inalienável e supremo de cada cidadão votar em quem quiser, por quaisquer motivos desejar.

      • isso, dessa forma nos entendemos. Cada um respeita o direito de voto do outro e preferências políticas. Minha experiência com o PT não foi das melhores, apesar de ter amigos no partido. Abs.

      • Mais perseguição que querer controlar a imprensa?
        Mais perseguição que usar o duplipensar e o discurso de ódio?
        hahahahahaha

        Já deu pra saber em que o Daniel vota, né? rs

      • Como não é opinião majoritária, Daniel, se consta do programa de governo do próximo período Dilma e a própria afirmou fazer concessões a esta exigência como o controle econômico?

        O que é o controle econômico senão remover a independência financeira da imprensa?

    • Putz, Mansueto, não alimente os trolls. Olha o tipo de comentário que esse Daniel tá fazendo há umas semanas aqui no blog…

      É a tática leninista em seu conceito mais puro: acuse o outro der ser o que você mesmo é.

      • Voce também é do tipo que gosta de blog de pensamento único ou chapa branca para um lado ? Eu nao sou. No meu comentário critico setores do PT sim, mas também critico Aécio. O PT teve 12 anos para implementar controle de mídia e nunca o fez, no entanto continua financiando a mesma – de maneira ate exagerada a meu ver. O blog do Mansueto é muito bom e de alto nível, nao vamos rebaixá-lo aqui.

      • Eu sou do tipo que gosta de gente honesta. O que você faz aqui é uma desonestidade intelectual desmedida. Veja seu post sobre o “apunhalamento”.

        O seu partido teve 12 anos pra implementar o controle da mídia e não o fez graças à oposição, à sociedade e a própria mídia porque a todo instante seus patrões falam em controlar a mídia.

        Dilma já se propôs a implantar o controle econômico da midia, que nada mais é que acabar com o financiamento privado dela e tirar-lhe a independência financeira.

        Além disso, há outras formas de tomar o controle total via golpe branco, como o decreto 8.243/14, que tenta usurpar o poder do congresso nacional via introdução dos movimentos sociais controlados pelo PT na administração pública.

        Essa imagem ilustra muito bem o que é que o PT quer: fazer simbiose entre o partido e a coisa pública. http://psdbpinheiros.com.br/wp-content/uploads/2013/01/estrela-pt-palacio-alvorada.jpg

        E você ainda tem coragem de dizer que autoritário é a oposição… Vá ser desonesto intelectual assim lá no planalto…

  3. Democracia não se resume a voto direto para cargo executivo e legislativo. A indicação a juiz do STF, goela abaixo do congresso, de advogado do PT não é prática democrática. Ameaça física ao presidente do STF é fascismo. Compra de votos não é democrático, e os maiores petistas, exceto Lula, estão na cadeia por isso.

    Eu, particularmente, nunca gostei da ideias do Serra com relação à economia e do pseudo-conservadorismo do qual ele se travestiu na última eleição. Mas comparemos a trajetória de vida dele com a do José Dirceu e veremos de modo cristalino quem defende valores democráticos estando no governo ou na oposição. Vamos comparar o que diz e escreve o FHC e o Lula e saberemos igualmente.

    Existem muitos petistas bem-intencionados e inteligentes. Estes devem se ocupar em fazer o partido cair de pé nessas eleições, pois a derrota nas urnas é absolutamente normal na democracia.

    • Nao se sustenta. FHC indicou GM, Ellen Gracie, que hoje é filiada ao PSDB e Jobim, todos, vou repetir TODOS ligados ao PSDB e de TOTAL confianca. Isso nao é pratica anti democratica nem de um lado e nem de outro, nem aqui e nem nos EUA, é prerrogativa do presidente da Republica escolher ministros do STF, pode escolher quem quiser. Aliás, o PT foi inocente e escolheu alguem que depois lhe apunhalou pelas costas, coisa que o psdb nao fez, so indicou gente de confianca. Na reeleicao também houve compra de votos.

      • Agora condenar um grupo de uns 20 bandidos que formaram uma quadrilha com intenção de comprar votos no Legislativo para aprovar tudo que o partido deseja sem um debate com a sociedade via Congresso Nacional é “apunhalar pelas costas”? Impedir que um condenado tenha o direito de trabalhar sem ter cumprido 1/6 da pena é traição?

        Esse pessoal do PT está mesmo revelando sua real face…

        Houve compra de votos? Fonte confiável? Por que o STF não tratou do caso? Gente de confiança? Então o PT não teve sequer a competência de nomear uma pessoa de sua confiança pro cargo mais importante do judiciário? E por isso foi traído? rs E se foi realmente algo comprado, por qual motivo o PT não reverteu a decisão quando assumiu o poder?

      • Hundson e Daniel,

        muito bom ponto dos dois mas estamos fugindo demasiadamente do tópico. Assim, não vamos mais continuar com essa troca de mensagens que não vamos chegar a lugar algum.

        Abs,

    • Está dizendo que a constituição não é democrática ? É prerrogativa do Presidente escolher ministros do STF, e pode escolher quem quiser, dentro de determinados critérios. Não houve nenhuma ilegalidade nas escolhas. Toffoli foi advogado do PT é verdade, da mesma maneira que GM sempre foi ligado ao psdb e até escreveu discursos de FHC. Ellen Gracie hoje é filiada ao psdb. Nâo há diferença alguma nos casos. Não houve ameaça alguma por parte do partido e sim um desabafo de um cidadão, no facebook, que aliás está respondendo por isso. Qual é o problema ? Fez errado e está pagando. Da mesma forma quem do PT agiu errado e foi condenado está cumprindo pena. E a compra de votos na época da aprovação da reeleição, como que fica ? Ninguem foi nem investigado, sequer punido. Se formos utilizar o seu critério, nenhum partido no País é democrático, sequer a constituição o é.

      PS: Caro Mansueto, deixei dois comentários ontem e eles sumiram não sei por qual motivo. Em nenhum havia qualquer ofensa ou desrespeito aos quesitos do blog. Reescrevi este daqui e espero continuar opinando no blog, Um abraço.

  4. E outra coisa ainda deve ser dita, falar é muito mais fácil do que fazer. De discurso o Mantega também é profissional, talvez por isso e porque também tem uma vida pessoal impecável que nao tenha saido até hoje, o que ja deveria ter ocorrido, a meu ver. Lembremos que o Fraga ja foi do Governo no passado e os resultados que deu a economia nao foram lá essas coisa nao. Entao é bom ir devagar com o andor.

Os comentários estão desativados.