2 pensamentos sobre “Cadeias globais e crescimento

  1. Muito interessante esta exposição. Sem dúvida, o Brasil já está se beneficiando em alguma medida destas novas oportunidades. Resta avaliar com que grau de eficiência isso acontece.

  2. A indústria brasileira produz apenas para o mercado interno e não se integrou às cadeias internacionais de valor. Vivemos num dos países mais fechados ao comércio exterior. A explicação é que as multinacionais vêm aqui para explorar o mercado interno protegido e não para integrar o país às suas cadeias produtivas mundiais. Elas multinacionais lucram ao investir no país, mas o resto da economia definha, ao deslocar para a substituição protegida de importações recursos locais que poderiam ser empregados com maior eficiência em atividades exportadoras. É imperativo que deixe de ser um dos países mais fechados do mundo ao comércio internacional. O exemplo da Embraer, que importa 70% do que exporta, indica o caminho para o futuro.

Os comentários estão desativados.