Novamente Argentina

Leiam a matéria curta abaixo do jornal Valor Econômico e vejam a que ponto chegou a Argentina. Além de estar se tornando um país que não é mais regido pela lei, mas sim pelas vontades do governante de plantão, a Presidenta agora usa rede nacional para dar um pito em uma empresa.

Ainda bem que isso não acontece aqui! quer dizer .. no dia do trabalho, teve algo parecido…

Cristina usa cadeia de TV para criticar empresa

Por De Buenos Aires

A presidente Cristina Kirchner usou ontem uma cadeia nacional de rádio e TV para divulgar os dados fiscais de uma empresa imobiliária cujo dono se queixou da situação econômica do país ao jornal “Clarín”, que faz oposição ao governo. A presidente relatou ter convocado Ricardo Echegaray, diretor da Afip, a receita federal local, para examinar as declarações da empresa. “A imobiliária não apresenta declaração de imposto de renda desde 2007”, disse ela.

Cristina não citou a empresa, que é a JT Imobiliária. Seu dono, Jorge Toselli, foi o fundador da Camara Imobiliária Argentina (CIA). Na entrevista ao “Clarín”, publicada no domingo, um diretor da empresa, Roberto Saldaño, afirmou que a média mensal de negócios da imobiliária caiu de 15 para apenas dois desde que o governo passou a restringir a aquisição de moeda estrangeira por parte de pessoas físicas. Na Argentina, a praxe é realizar transações em dólar, sobretudo com imóveis usados. Cristina frisou que a JT não é uma empresa qualquer. “Esta é uma empresa muito conhecida.”

“Chamei Echegaray porque as imobiliárias têm um sistema de alerta na Afip. Quando o faturamento sai de uma determinada faixa, para cima ou para baixo, há uma inspeção automática para se saber o que está acontecendo. Então concluímos que este senhor mentiu ao jornal ou à AFIP. Espero que tenham mentido ao jornal, porque isto na Argentina costuma ter menos consequências”, disse. A rede nacional de TV na Argentina havia sido convocada para a presidente anunciar a inauguração de uma fábrica da AGCO, empresa alemã de equipamentos agrícola, na província de Buenos Aires.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A.

 

8 pensamentos sobre “Novamente Argentina

  1. La presidente Argentina, que estaba de gira por China, le dijo al primer ministro chino:
    – Señor Premier, nosotros estamos muy interesados en que su país invierta en la Argentina.
    El Premier Chino sonrió y con toda delicadeza respondió:
    – Siempre nos confuden a nosotros los chino, Sra. Presidente, siempre nos confunden. Nosotros somos chinos, los kamikazes son los japoneses.

  2. A Argentina até antes do início da ditadura Perón, ali pelo começo do século XX era exemplo de prosperidade. Hoje, já não sei mais o que é.

Os comentários estão desativados.