Quiz Fiscal: a execução do PAC

A execução do Programa de Aceleração Econômica (PAC) nesses seis primeiros meses do ano cresceu R$ 2,3 bilhões ou 26,1% (até 22 de junho de 2011) em relação ao mesmo período do ano passado. De janeiro a junho de 2010, a execução do PAC foi de R$ 9 bilhões e, neste ano (até dia 22 de junho) a execução cresceu para R$ 11,3 bilhões.

Isso significa que o PAC foi de fato preservado do corte programado de R$ 50 bilhões em fevereiro deste ano e teve impacto expansionista na demanda agregada? A resposta é não. Por que?

8 pensamentos sobre “Quiz Fiscal: a execução do PAC

  1. Eu estou lendo todos seus artigos para entender como funciona o burlesco. Mas é claro que deve ter sido alguma maquiagem ou contas deslocadas.

  2. Pingback: Boa pergunta « De Gustibus Non Est Disputandum

    • Chegou perto André. mas não é só isso; já que Restos a Pagar podem representar obras feitas no passado e pagas agora (RAP processados) ou obras que tiveram o dinheiro apenas empenhado no ano passado mas foram executadas e pagas este ano (RAP não processado). É por aí mas tem ainda outro detalhe.

  3. Mansueto, além do ponto levantado pelo André (parte da expansão da demanda agregada ocorreu em 2010), deve ter alguma coisa com relação à natureza dos gastos com investimento feitos este ano…

    • Julia,

      Você e André estão certos. A expansão de demanda já ocorreu no ano passado, mas tem a ver também com a natureza do investimento que não é público. Na semana que vem explico e mostro os dados.

Os comentários estão desativados.