Um novo e importante blog: Brasil, economia e governo.

Três economistas da Consultoria Legislativa do Senado Federal acabam de lançar um blog (Brasil, economia e governo) de análises econômica com a proposta de ser um blog analítico para explicar para o leitor diversos temas do debate econômico.

Nas palavras do economista Marcos Mendes, uma economista que conheço, admiro e que é um dos criadores do site: “O objetivo é explicar questões importantes da economia brasileira, em especial aquelas nas quais o governo tem interferência. O site pretende ser depositário de um crescente conjunto de artigos que respondam a perguntas como: por que os juros são altos no Brasil? O que é preciso fazer para melhorar o ensino fundamental? O que significa ter mais de R$ 200 bilhões em reservas internacionais e o que o país pode fazer com esse dinheiro? Qual a importância de se fazer uma reforma na previdência? Por que é importante controlar a expansão do gasto público? Quais as vantagens e desvantagens do programa Bolsa Família?”

A Consultoria Legislativa do Senado Federal tem uma equipe de elite. Tenho amigos por lá e sempre admirei o trabalho deles. Além disso, eles têm uma metodologia de trabalho que acho sensacional. Às vezes, eles têm que justificar a pedido de um Senador um projeto de lei que não concordam ou têm que preparar um pronunciamento para um Senador sobre determinada matéria que sabem ser equivocada. No entanto, eles seguem o que foi requisitado, já que eles estão lá para cumprir essa função, mas se protegem anexando ao trabalho ou parecer requisitado uma Nota Técnica na qual mostram sua opinião real. Muitas vezes, essas notas técnicas chegam a se transformar em textos para discussão.

Seria muito bom se outros órgãos públicos fizessem algo semelhante. Vale a pena conferir o site e, no futuro, eu próprio devo também escrever por lá.

5 pensamentos sobre “Um novo e importante blog: Brasil, economia e governo.

  1. Pingback: Um novo e importante blog: Brasil, economia e governo. « Blog do … | Info Brasil

  2. Bom dia,

    Ótima dica!! O blog tem uma linguagem de fácil entendimento principalmente para leigos.

    Eu como frequentador assíduo do seu blog, gostaria de registrar aqui meus parabéns .

    Abraço.

    Sucesso.

  3. A importância do Bolsa Família? No final das contas, garantir votos. É o que acontece com programas de transferência de rendas como esse. O que nasce como um programa emergencial passa a render muito apoio dos beneficiados. E depois, como é que um governo vai mexer nisso? É preciso ser muito ingênuo para acreditar que um governo um dia vá querer investir em infra-estrutura para dar condições melhores ao desenvolvimento da economia e, depois, diminuir os gastos com o Bolsa Família e afins. É muito mais rentável pagar o Bolsa Família e comprar o apoio de grandes empresários, especialmente aqueles que têm boas ligações com o governo. Asim, o governo tem o apoio dos dois lados: dos mais ricos e dos mais pobres. Para sustentar essa maluquice por muitos anos, basta aumentar a arrecadação e promover uma derrama, tratando o cidadão como potencial criminoso.

    O BNDES recebe cada vez mais dinheiro, e gasta cada vez mais em “certas” empresas. O salário médio do setor privado no Brasil está estagnado desde 2002 – ou seja, a renda média do trabalhador, na verdade, caiu. O gasto público aumentou de uma forma assustadora – praticamente sem contrapartidas. O Estado toma rios de dinheiro emprestado dos bancos para poder torrar de forma irresponsável. Como, no Brasil, governança é a arte de quebrar termômetros, rolar dívidas e passar problemas aos governos posteriores, se você diz que estamos alimentando um colapso no futuro, é taxado de pessimista.

    E sobre a saúde pública, esta é um problema sério em vários países do mundo. O debate a respeito da saúde pública é, porém, mais emocional do que racional. O fato de a demanda ser praticamente infinita já é um indício forte de que um governo que controle a oferta e regulamente de forma obsessiva esse mercado acaba por inibir a competição e gerar distorções absurdas.

    O Brasil sofre de “estatolatria”. Tudo é função do Estado. O Estado tem que controlar a saúde, a educação, a segurança, o transporte, as comunicações, a mãe do Badanha. O mercado é malvado, mas o Estado é bonzinho! A “prova” disso é o fato de que todos pagamos impostos e recebemos maravilhas em troca…

  4. Olá Mansueto!
    O que gostei de saber mesmo, é que a Consultoria do Legislativo do senado tem pessoas de alto gabarito, inclusive alguns amigos seus e que vc admira. Mas então, o que esperam os Senadores para aproveitarem mais esse pessoal, e atraves deles mostrarem um melhor preparo tanto em votar certo, como para serem mais criativos e até mais combativos quando diante de projetos de lei esdruxulas.
    Abraços.

    Marcio Manoel.

  5. Mansueto, gostaria de parabenizá-lo primeiramente pelo seu excelente trabalho, e também por apoiar essa iniciativa do Brasil, Economia e Governo.

    Parabéns a todos!

Os comentários estão desativados.